quinta-feira, 17 de maio de 2012

Os que te conhecem verdadeiramente, conhecem os teus limites,
as tuas limitações, os teus medos, as tuas fraquezas, enfim, sabem
de tudo o que não és capaz, conhecem a tua falta de coragem em
relação a tantas e muitas coisas. Os outros, os que julgam que
te conhecem, têm a certeza de que és capaz de tudo, de que não
tens medo a nada, de que não há limites para a tua saudavel e
inagualavel loucura, esses sabem, com a certeza de quem viu a
terra nascer, que não há nada nem ninguém que te possa abalar
os principios, nada nem ninguém que te possa fazer questionar
todo o teu trajecto... Esses, esses não sabem nada e dizem para
que toda a gente ouça que te conhecem como ninguém, transparente.
Os que te conhecem verdadeiramente, nunca têm certezas e são
esses que te hão-de sempre fazer falta, para te darem o que te
falta quando não tens coragem ou vontade... Os outros apenas
te dirão o que queres e precisas ouvir para ficares onde estás...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Às vezes dá aquela vontade muito miudinha de desaparecer... Desaparecer porque nos resta nada... Não há esperança, não há mais caminhos, não...