quinta-feira, 17 de maio de 2012

É o tudo ou nada!!

Há o passado e com ele a noção de muitos dos erros que cometeste,
vem o futuro e apercebes-te de que podes ou não voltar a repetir
esses erros... Deixas de pensar e agir de acordo com o coração e
ponderas todas as probabilidades, pensas no que poderá acontecer
se te voltares a deixar levar... Reparas que, no passado, sempre que
te deixaste levar, o que te restou foi nada e nada é precisamente o
que voltas a não precisar... Analisas todas as atitudes dos que te
rodeiam e pensas se essas atitudes te vão, ou não, te levar a nada...
E depois de tudo, perdeste a espontaneidade, mas sentes-te seguro,
nesse sítio onde não dás margem àqueles que te possam eventualmente
magoar, afasta-los conscientemente e acabas por te arrepender, mas
no fim dás conta de que pelo menos ainda te restou alguma coisa, e o
nada que temias está longe, mas no fundo percebes que perdeste tudo...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Às vezes dá aquela vontade muito miudinha de desaparecer... Desaparecer porque nos resta nada... Não há esperança, não há mais caminhos, não...