Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2012

??

Sei, que deveria ter sempre corrido atrás de ti, tenho noção da velocidade a que caminhas...Sei que fui ficando para trás porque me julguei capaz de te acompanhar a passo, percebi, entretanto, que não era suficiente veloz... Sei que caminhas muito à minha frente, sei que tenho de voltar a lutar por ti de novo, mas não o faço, não o faria se não tivesse alguém capaz de me entender, além de ti, sozinho não iria, agora irei, sem medo, sem pensar em consequências, sem temer um futuro ainda indefinido!! Agora ia, mas amanhã acordo e penso... Há um fosso enorme entre nós, tão grande que me não permite abandonar o nada que tenho pelo tudo que seríamos... Mas hoje, hoje quero arriscar, quero ir à luta, porque hoje alguém me disse que vale a pena ir, nem que seja para perder...
E por isto, só por isto, estou disposto a abdicar de tudo, para lutar por ti, nem que seja para perder, porque no fundo, no fundo só posso ganhar...
Sirva isto como carta de despedida antecipada de um futuro previsto e …
Hoje é o dia internacional dos desaparecidos e para espanto de muitos e desespero de outros tantos, ainda não apareceu ninguém!!
Abro os olhos e adormeço... Adormeço porque a sensação que me dá quando estás por perto é que tudo não passa de um sonho.

B Fachada - Contramão

"Princesa pop, palhaço pirómano, petrarquista pirata, perfeccionista patife, porfiado e prolixo poeta - tudo adjectivos começadas por "b".
B Fachada é um multi-instrumentista virtuoso: do piano à guitarra, passando pela viola braguesa e pelo trompete vocal. Do soneto maldito ao cianeto alexandrino, passando pela grandiloquência transmontana e pela rusticidade jazzística de um scat: é multi-instrumentista virtuoso este B Fachada.
Certificadamente hiperactivo no que toca à produção, Fachada não só tem em mente fazer vários discos por ano como tem, na sua discografia, as provas de que é capaz. O seu primeiro trabalho pela FlorCaveira, o EP "Viola Braguesa", é uma pequena colectânea de maravilhas que deixou a crítica a salivar pela primeira consoante do alfabeto. Segue-se o "Fim de Semana no Pónei Dourado", um longa-duração, uma Magnum Opus; um disco simultaneamente terno e maldito, afago e soco, Dulcineia e Lorena Bobbit .
Literato até quando cospe,…