Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2012
Por norma à volta de um tacho há muitos pratos... Os pratos vão partindo e os mais sortudos vão sobrevivendo e ficando... Não é uma questão de qualidade, é uma questão de mera sorte... É não estar no sítio errado... If u know what i mean!!

José Afonso - Rio Largo de Profundis

O fim?!

E andamos nós, todos os dias, quase sem excepção, a correr atrás da velhice, da reforma, do "dolce fare niente" só e apenas para que quando lá cheguemos consigamos lidar mais ou menos com o fim, digo eu... Até porque chegar à reforma é mais ou menos isto, ter tempo para tudo... E esse tudo é o quê? É comer sopa todos os dias, deitar cedo, não só para descansar o suficiente mas talvez para suportar mais um dia que se aproxima, levantar cedo, sentar numa cadeira na varanda a ver o tempo arrastar-se com as pessoas que escorregam inocentes para uma velhice que desejam. Sim, isto não é como querer ter 18 anos para poder conduzir. Nessa altura só queremos é um carrinho, loucura, diversão e energia para aguentar tudo e mais alguma coisa que por aí venha. E mesmo assim acaba por ser uma pequena desilusão, agora é só imaginar a velhice, a falta de energia, a falta de vontade, é imaginar quando chegará o fim, o fim de tudo, é desejar viver mais um dia para continuar a ver aqueles que …
E é precisamente na altura em que tudo corre como não era suposto, que percebes que não fizeste rigorosamente nada para que corresse de outra forma. E é também precisamente nesta altura que tudo o que outrora fez sentido, voltaria a fazê-lo, por muito que o tivesses negado na altura em que não fizeste nada. E é também nesta altura que acabas por ponderar todo o teu percurso e tens uma vontade enorme de o mudar, mas é também nesta altura que começas a reparar que já não haverá assim tanto a fazer e vais-te deixando ficar, para um outro dia reparares que ainda terias ido a tempo se já não fosses tão tarde.

Segundas-Feiras, quase tão amadas como o Marco Paulo num festival de Verão... Se bem que a parte do "tenho dois amores" num festival faz sentido.