Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Outubro, 2011

Vida -> Chama

A vida é em tudo parecido com a chama.
Vai crescendo, consome de tudo o que
a rodeia e no fim extingue-se, e é
esquecida. Tal como a vida, vista de
longe é um espectáculo magnifico, vivida
de perto é um caos absoluto. E vale a
pena não esquecer que há sempre uns
quantos que querem acabar tanto com
a chama como com a nossa vida. Igual.

Outono

Mais um Outono, ao que parece, acaba de chegar.
E o Verão nada fez para evitar que as folhas
caiam e elas, elas com toda a certeza irão cair.
Nós fomos o Verão, deixamos ao fim, que tudo
caísse. E ao que parece não é um fim do Mundo,
amanhã outro Verão virá e tudo ficará como foi.
E assim sucessivamente. Nada temos de fazer para
que as coisas corram bem, elas simplesmente correm.
In: http://postmentis.com

A vaca que secou

"Era uma vez uma vaca, que comia feno e produzia leite.
A vaca era de todos e todos precisavam de organização.

- Quem dá de comer à vaca?
- Eu dou.
- Eu não.
- Quem ordenha a vaca?
- Eu faço.
- Eu vou.
- Eu não.
Mas que grande confusão!
De entre todos, alguns assumiram a responsabilidade de gerir a situação.
Para facilitar a distribuição de tarefas, a vaca foi “dividida”, metade era tratada por uns, outra metade por outros e ficava assim a situação resolvida.
Uns tratavam de arranjar o feno, outros tratavam da ordenha.
Tudo se resolveu, que bem que funcionava este sistema!
Mas pouco a pouco, um facto emergiu, era preciso tanto feno para produzir tão pouco leite, algo que nunca se viu.
Arranjou-se mais feno e mais feno e mais feno mas não vinha nem leite, nem queijo, nem manteiga!
Tanta gente a tratar do feno, porque não havia mais leite, algo que se veja?
Foram então uns perguntar a outros:
- Então? Nós que damos tanto feno, recebemos tão pouco leite, por que razão? – a resposta foi breve
- Não sab…

Carta aberta

"A quem possa interessar,

Venho por este meio pedir desculpa a todos aqueles que magoei. Gostava que soubessem que nunca o pretendi, embora saiba que o fiz vezes e vezes sem conta. Cada uma das marcas deixadas pelas agulhas recordam-me da dor que provoquei num de vocês. Por tudo isso, desculpem.

Não sei se acreditarão em mim, mas queria dizer-vos que não fui eu que escolhi esta vida. Foi sim esta vida que me escolheu. Sei que parece uma desculpa esfarrapada, uma invenção pobre para me demitir da minha responsabilidade, mas não é isso… Por favor, acreditem que não é isso!

Eu quis parar várias vezes, mas nunca soube como o fazer. Fui obrigado a continuar com este estilo de vida que só me traz dor e culpa. Por vezes, olho para trás e ponho-me a remoer no passado, na tentativa de perceber como e quando é que tudo isto começou. Só que não chego a nenhuma conclusão. Não sei o que me trouxe até aqui.

Mas também não interessa. Agora já não interessa. Saber que prejudiquei a vida de muitas pe…

"At last but not least"

In: http://postmentis.com

"At last but not least"

Brilhante

Para ti

Uma miuda sobe para cima do balcao,
a pensar ser a miuda mais gira do bar.
Mas afinal daqui a nada apercebe-se
de que não passas de mais uma miuda a dançar
sozinha para uma plateia já acompanhada.
Parece ser o inevitavel, mas eu sei
que tambem te apanha sempre de surpresa.
E um dia a história vai encontrar um
contador e seremos o que nunca fomos.

Felizes?!

Às vezes

Às vezes dá-me uma certa vontade de mudar tudo,
mudar o pouco que tenho como certo e arriscar
e arriscar o tudo que poderia vir a ser. Só me
falta um bocadinho de coragem. Um dia, um dia
quem sabe, largo tudo e desapareço do mundo como
o conheço e apareço num mundo completamente novo
livre de gente que já não me diz nada, com alguém,
espero que eu, que me diga alguma coisa e tenha a
mesma disposição que eu. "fugir"!!! E depois, depois
voltar que isto aqui apesar de cançar é uma loucura.

E por falar em loucura procuro o dono de uma mala de
cd's e de 1 casaco que me apareceu no carro no passado
Sábado à noite. Ao que parece eu nao tava muito bem,
mas parece que havia alguém bem pior que eu!!