terça-feira, 4 de junho de 2013

Direcção

Às vezes... Ao fim de algum tempo, acabamos por perceber que não somos o rio, não escolhemos o caminho, embora em certas e dadas alturas o pareça. Acabamos por ser apenas a água que percorre o dito rio, já com destino, o que já ultrapassou os obstáculos. E ao perceber isso, não muito há a fazer a não ser continuar... Continuar pelo caminho que embora não conheçamos, sabemos onde vai dar. E resta-nos pouco mais que brincar com o caminho. E deixamos de querer ser o rio, deixamos de querer ter a responsabilidade da viagem, acabamos por desistir de lutar, porque de qualquer forma, o caminho será feitoà mesma, de uma ou outra forma.

Sem comentários:

Enviar um comentário