sexta-feira, 20 de setembro de 2013


Seremos mais um desses amores que seria, se
ser não fosse tanto. E ultrapassados pelo que somos,
acabaremos por ser apenas mais uma pequena
acrobacia arriscada num mar agitado por segurança.
E sem medo de ser quem somos, deixamos passar
mais uma vida, com a certeza de que uma outra vida
um dia virá, e seremos mar calmo em tempestade.

Sem comentários:

Enviar um comentário