sexta-feira, 20 de setembro de 2013

O segundo

E por caminhar perdido num mundo há muito escurecido
bato contra mim num caminho já há tanto percorrido.
Cego por uma escuridão que me foi sempre alumiando
bato contra ti ainda desorientado e continuo como ando.
Tento convencer-me que nem reparo nesse doce olhar
que me cativa. Só para não ter de voltar a pensar que
batemos de frente nesse caminho já esquecido e perdido.
Um caminho que poderá ter sido apagado por uma
toda estrada que se lhe atravessa. Mesmo antes do
caminho ter sido considerado como passagem. Somos
caminhos secundários em estradas todas principais.


Sem comentários:

Enviar um comentário