terça-feira, 3 de abril de 2012

Ei, tu

Tu que almejaste grandes amores, não passas de mais um(a)
que por aí anda, incapaz de arriscar um pouco para ter um
pouco mais, tu que por aí te passeias sem direcção, não tens
a coragem de ir para longe com esse medo de te perder, onde
afinal até acabarias por encontrar aquilo por que tanto almejaste!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Às vezes dá aquela vontade muito miudinha de desaparecer... Desaparecer porque nos resta nada... Não há esperança, não há mais caminhos, não...