terça-feira, 30 de julho de 2013

Manel Cruz - Nunca Parto Inteiramente



E de todas as vezes que partes... Não partes inteiramente.. Há sempre um momento...
Um momento que por muito longo que seja, é sempre eterno... Eterno até outro
momento... E acabas por não ir... Acabas por ficar... Volta, nem que seja por um
momento... Até ao próximo... Para sempre... Se não for tempo demais... E se por
acaso tiveres de voltar só para dizeres "adeus", não voltes... Porque eu vou guardar
o mesmo de sempre, talvez para sempre, até me esquecer... Vou guardar um momento...

Sem comentários:

Enviar um comentário