terça-feira, 10 de julho de 2012

Uma história qualquer

Como qualquer história tem de ser localizada e temporal,
não vamos chamar ao que se segue história, tendo em conta
que não fazemos ideia de quando, onde e como aconteceu.
Se calhar até temos e até a conseguiremos localizar, mas
como vivemos num lugar comum em constantes alterações,
deixemos essa tarefa entregue ao nosso caro leitor.
Era uma vez... O resto fica ao vosso critério!!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Às vezes dá aquela vontade muito miudinha de desaparecer... Desaparecer porque nos resta nada... Não há esperança, não há mais caminhos, não...