segunda-feira, 18 de junho de 2012

Às vezes, quando julgas ter alcançado tudo o que querias, dás conta que sempre correste atrás de nada... E agora, agora é tarde para voltar para trás, vais ter de te contentar com esse nada, que acabará por ter de ser o teu tudo...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Às vezes dá aquela vontade muito miudinha de desaparecer... Desaparecer porque nos resta nada... Não há esperança, não há mais caminhos, não...