terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Keep Walking

Há coisas que não são feitas para durar. Acabam, deixam-nos recordações fantásticas,
mas ficam por aí, longe, inalcansáveis. E ou continuas, ou ficas preso a um passado de recordações reconfortantes, que te não deixam viver. E pior que parar é perder a vontade de continuar. Podes parar, desde que essa paragem não mais seja que a paragem
necessária para perceberes para onde te queres dirigir. "Porque quem quase morre continua vivo, quem quase vive já morreu."

2 comentários:

  1. Segue sem medo de lembrar. Vai contigo o que nunca morrerá. Não tenha medo!

    ResponderEliminar
  2. O importante mesmo é seguir sem medo, o que ficar para trás não tem a capacidade de nos conseguir acompanhar;)

    ResponderEliminar

Às vezes dá aquela vontade muito miudinha de desaparecer... Desaparecer porque nos resta nada... Não há esperança, não há mais caminhos, não...