domingo, 29 de janeiro de 2012

Era um actor adorado por todos os papeis que desempenhou,
quando por fim decidiu ser ele próprio, todos o odiaram...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Às vezes dá aquela vontade muito miudinha de desaparecer... Desaparecer porque nos resta nada... Não há esperança, não há mais caminhos, não...