terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Amanhã

Sentia-se cansado e mesmo assim, embalado pela chuva lá fora, não conseguia adormecer. Viajara pelo mundo inteiro já... Os dias revelavam-se uma loucura, caminhos cruzados, caminhos perdidos, direcções opostas, caminhos sem saída!! Tantos caminhos percorrera, perdera-se tantas vezes que agora, às voltas com o sono que lhe não dá a volta, não sabe bem onde está. No entanto, mesmo não sabendo onde pertence, sabe de todos os sítios onde já pertenceu... Sabe que um dia talvez possa voltar e se não voltar a encontrar, nunca mais... Talvez tenha nascido para se nunca encontrar, para nunca ser encontrado. Julga nunca ter percorrido o mesmo caminho e no entanto sente que já ali passou várias vezes. Talvez num sentido oposto, talvez perdido do caminho que queria que fosse de sempre... Não se encontra, mas também não se perde. Quem se não encontra nunca correrá o risco de se perder. E a noite, como que a pedir desculpa, deixa-o dormir embalado pelo seu silêncio... O silêncio dela para quem julga nunca se ter perdido de si. Os caminhos perdidos não lhe gritam por não ter voltado, sente apenas um leve sussurro, talvez de um caminho que nunca havia percorrido. Adormece... Talvez amanhã se encontre, talvez depois se volte a perder... Hoje está ali, onde não se julga encontrar, onde se não julgar perder. Amanhã, amanhã é só mais um caminho perdido até à noite... Talvez um dia encontrado até outro dia perdido...Mas só amanhã, hoje olha para trás e recorda-se de todos os sítios por onde já passou... E acaba por descobrir que esteve sempre no mesmo por ali pelo mesmo sítio de sempre, umas vezes perdido, outras nem tanto... Talvez amanhã consiga compreender, talvez...

8 comentários:

  1. Um dia vais perceber de facto o que queres fazer e qual o rumo a seguir.. Não estás perdido estás só a dar tempo ao tempo para te encontrares.

    Beijinho:))

    ResponderEliminar
  2. Sim AC ;) E o facto de se duvidar não quer dizer que estejamos perdidos, muitas vezes duvidar faz-nos pensar e perceber que caminhamos no sentido certo... ;)

    Beijinho *

    ResponderEliminar
  3. A ver vamos "je suis" ;) Amanhã ;)

    Beijo *

    ResponderEliminar

  4. Uma introspeção cheia de cruzamentos, avanços e recuos, paragens para acertar o fôlego que impulsiona o continuar. Gosto destes textos!

    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. o desassossego do momento (apenas).
    a esperança de novos dias mais serenos.
    escreves muito bem.
    eu gosto!

    :)

    ResponderEliminar
  6. "Quem és", sim a vida de facto é cheia destes momentos de avanços e recuos e ficar e não querer ir... Mas vamos andando sempre com o folgo que conseguirmos ganhar, sempre com o objectivo de continuar no caminho certo ;) Obrigado pela visita...

    Beijinho

    ResponderEliminar
  7. Olá Piedade ;)
    Sim, há sempre essa esperança de que amanhã seja melhor, mas acabamos por olhar para trás e perceber que o ontem não foi assim tão mau... Obrigado... ;)

    ResponderEliminar