terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Olho para ti como se nunca te tivesse conhecido
e acabo a perguntar-me quando é que cresceste
tanto... Quando é que decidiste ser uma mulher
responsavel, quando é que deixaste de ser aquela
menina que apesar de tudo saltetava por aí, livre.

1 comentário:

  1. Gostei daqui! Tu escreves bem e te dou força pra participar de concursos.

    Tô seguindo... Se puderes passa no meu e segue, tem poemas, prosas poéticas, divulgação do meu romance... Tenho poemas e contos publicados e lancei meu primeiro romance pela Ed. Novo Século.
    http://leilakruger.blogspot.com

    Sinopse, primeiro capítulo e outras informações de "Reencontro", meu romance:
    www.leilakruger.com.br
    Obs.: Por enquanto tá em falta na Saraiva e na Siciliano, só em www.novoseculo.com.br. Mas logo o estoque vai estar reposto.

    Publicidade é chato, mas como se fazer conhecer sem anunciar, né? Vai que tu te interessas!

    Um ótimo resto de dia!

    Beijos!

    ResponderEliminar

Soltamos das paredes da imaginação o quadros com os sonhos... Caminhamos por caminhos que nunca tinham sido nossos... Deixamos quem éramos l...