segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

A magia fugiu

E porque há uma altura em que acabamos por descobrir
que a magia, não mais é que a nossa capacidade de
imaginar de forma fantástica o que realmente acontece,
este Natal dei conta que já não é igual e ninguém me
venha dizer que é por causa da crise, porque o afecto
entre as pessoas não e demonstrado de forma tão
efusiva... Não, não tem nada a ver com isso, este ano,
este ano não recebi nem sequer um par de meias, nem um!!
E para aqueles que acham que não chega, acho que também
não recebi boxers, é o fim, o fim de toda a magia.

4 comentários:

  1. Espero que a passagem do Ano seja mais animada... e que ganhe muitos novos amigos do decorrer dele.
    Afinal, o que são meias sem calor humano?
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Sei que não vale de muito, mas deixo-te um abraço e um beijinhos...

    ResponderEliminar
  3. Vá, não recebi meias nem essas coisas, mas recebi um monte de coisas... O que queria dizer com isto é que cada vez mais o consumismo toma conta destas ocasioes, numa altura em que era muito mais importante não ligar ao que nos é oferecido... Quase se luta por quem oferece a melhor prenda e não tarda há quem faça um crédito para oferecer uma prenda mais cara que o "vizinho"... E o meu Natal foi giro;) Mas obrigado pelo apoio... eheh!! Um beijinho*

    ResponderEliminar
  4. Ah e por vezes esse tal abraço e beijinho deveria ser muito mais valorizado;)

    ResponderEliminar

Às vezes dá aquela vontade muito miudinha de desaparecer... Desaparecer porque nos resta nada... Não há esperança, não há mais caminhos, não...