segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Enquanto uns se deitam com o objectivo de adormecer,
outros levantam-se ainda a dormir e assim ficam até
se voltarem a deitar. Durmam muito, cheguem tarde,
mas os poucos "momentos" que passam acordados vivam-nos.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Às vezes dá aquela vontade muito miudinha de desaparecer... Desaparecer porque nos resta nada... Não há esperança, não há mais caminhos, não...