quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Darwin VS Fé

O aniversário de Darwin fez retomar a conversa.
Não há dúvida na ciência. Tudo o que hoje é considerado "verdade" é porque o é de facto. Teoria da relatividade, Big Bang, Teoria do caos, teoria dos conjuntos...
Deus não é assim.
Por Deus constroem-se teorias interiores com tanta ou mais força. Destroem-se os choques provocados na fé, pelas ciências, as certezas, os factos. Reza-se, pede-se, oferece-se, diz-se obrigado, pede-se desculpa, há arrependimento, sofrimento, alegria, agradecimento, entrega.
Alguns seguidores de Darwin, que consideram a criação do mundo auto-explicativa, rejeitam Deus, a sua existência, a criação do mundo em 7 dias e os actos bíblicos, aparentemente impossíveis aos olhos dos cientistas e dos "ver para crer".
Os que acreditam em Deus não rejeitam Darwin, porque não se rejeita a ciência. Porque de uma maneira estranha, que não se explica, que nem sequer faz sentido, os dois podem entrar nesta conta.
Impossível de explicar, de pôr em linhas, de provar. Chama-se fé.

In:
http://segundoimpacto.blogspot.com

Sem comentários:

Enviar um comentário

Às vezes dá aquela vontade muito miudinha de desaparecer... Desaparecer porque nos resta nada... Não há esperança, não há mais caminhos, não...